Advantage Austria Mostrar navegação
Acreditamos que você seja de Para a página deste paísoutro país

Arquitectura

Pavilhão com construção de madeira © ADVANTAGE AUSTRIA

© ADVANTAGE AUSTRIA

É na Áustria que a história da arquitectura harmoniza de modo mais perfeito com a sua modernidade.  Encontramos aqui, em praticamente todos os locais, preciosidades arquitectónicas de todas as épocas, não esquecendo a arquitectura contemporânea e as suas excepcionais criações.

Conteúdo

TRADIÇÃO E INOVAÇÃO

A paleta das posições que testemunham uma identificação arquitectónica na Áustria estende-se de Otto Wagner e Adolf Loos aos alargamentos arquitectónicos visionários e utópicos de Hans Hollein ou de Coop Himmelblau, passando por Roland Rainer ou pela Escola de Construção de Vorarlberg.

Eis alguns elementos que definem a cultura arquitectónica austríaca:

  • a construção comunal de habitações em Viena, a partir de 1919
  • a conquista arquitectónica da paisagem 
  • uma cultura arquitectónica local baseada em conhecimentos artesanais dos diferentes Estados Regionais
     

Os novos projectos de construção, os novos tipos de donos de obra, assim como as novas tecnologias contribuíram para uma grande diferenciação da cena arquitectónica contemporânea. Esta tem as características de uma nova geração com um espectro variado de posturas. Os pontos comuns são a reflexão consciente, não só da continuidade como também da descontinuidade das posições históricas e a manifestação desta mesma reflexão em posições autónomas independentes.

SEGMENTOS E ESTRUTURAS

Nos últimos anos observa-se na Áustria uma procura crescente de arquitectura de elevada qualidade. Do ponto de vista da oferta há a registar uma situação díspar caracterizada por muitos gabinetes de arquitectura pequenos e por alguns grandes gabinetes.

É possível diferenciar três tipos de agrupamento, de acordo com a estrutura da empresa:

  • os escritórios de arquitectura clássicos:
    representados, na maior parte dos casos, pela geração média de arquitectos. As suas actividades principais são o projecto e o planeamento, a sua especialização prende-se com os tipos de edifícios.
  • os grandes gabinetes:
    estes são caracterizados por um grande número de colaboradores, assim como por vários parceiros. Estes gabinetes estão direccionados para a aquisição e para o marketing. Na maior parte das vezes, são propostos pacotes completos que abrangem do aconselhamento da construção á decoração de interiores.
  • os gabinetes mais jovens:
    formam-se sobretudo pelo agrupamento de parceiros independentes, representados por comunidades de trabalho e cooperações. Na maior parte das vezes, estes são muito inovadores e interdisciplinares, fornecendo também, para além dos projectos de arquitectura, trabalhos gráficos, trabalhos de design e outros serviços criativos.

Os bancos de dados on-line http://www.nextroom.at e http://www.austria-architects.com/en disponibilizam informações abrangentes sobre o mundo da arquitectura na Áustria. Os gabinetes mais jovens juntaram-se em grupos de interessados que trabalham na área da arquitectura grupo de interessados de arquitectura (ig architektur) .

INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO

Na Áustria, a economia da construção é um importante factor económico, com um valor de produção bruto de cerca de 30 mil milhões de euros e uma empregabilidade de cerca de um quarto de milhão de pessoas.

A actual conjuntura favorável assenta em grande parte na construção acelerada da infra-estrutura, por exemplo da ofensiva das estações dos caminhos-de-ferro austríacos (ÖBB), da construção de estádios para o Campeonato da Europa de 2008, assim como da construção do aeroporto de Viena. Estas medidas têm como objectivo conferir à Áustria o perfil de uma localização empresarial e de criar as bases do crescimento económico de amanhã.

A plataforma http://www.leitbetriebe.at/en dispõe de um abrangente banco de dados on-line de todas as empresas de construção austríacas de referência. Algumas destas estão também empenhadas no incentivo da arquitectura contemporânea, como é o caso por exemplo das empresas Wienerberger Ziegelindustrie, Porr, Hazet, Eternit ou Pro:Holz Austria.

Donos de obra e construtores civis

Por detrás de cada edifício está não só um arquitecto mas também um dono de obra. Na Áustria é dado enfoque ao papel do dono de obra, através do prémio dos donos de obra (Bauherrenpreis) . Este prémio foi concedido pela primeira vez em 1967.

Existe um conjunto de grandes construtores civis que contribuem de modo significativo para a promoção e mediação da arquitectura austríaca, como por exemplo a BIG, Sociedade Federal Imobiliária (BIG Bundesimmobiliengesellschaft) , Kallco ou Mischek .

PATRIMÓNIO HISTÓRICO

O património histórico da Áustria é um assunto da competência dos Estados Regionais, enquanto que a regulamentação relativa à construção (atribuição das superfícies, zonas protegidas, etc.) se insere no âmbito das atribuições das  autarquias e dos Estados Regionais. Os  Serviços Federais do Património Histórico (Bundesdenkmalamt) , são a instituição central responsável pela atribuição da designação de património histórico, assim como pelo restauro e financiamento.

O património histórico estatal da Áustria tem início em meados do século XIX, com a „K.K. central-commission“ do kaiser. Em 1923 foi aprovada a lei do património histórico ainda hoje em vigor. A parte de património histórico do conjunto da área construída da Áustria é hoje de cerca de 2%, um valor relativamente baixo na média europeia.

Existe um conjunto de comunidades de interesses e de plataformas que trabalham para uma maior percepção e preservação dos bens culturais da área da construção, como por exemplo:

URBANISMO E PLANEAMENTO DO ESPAÇO

A construção urbanística é, tal como a arquitectura, um sector com muita tradição na Áustria. Por exemplo, já em meados do século XIX, os programas de renovação urbanísticos de Viena eram um exemplo da actividade de construção urbanística relativamente a outros centros europeus. O plano geral de regulamentação de Otto Wagner em 1892 ou, mais tarde em 1811, o seu conceito de concentração radical da grande cidade mostraram estar-se perante uma base sólida de um debate que se estende até aos nossos dias.

Na Áustria, a responsabilidade do planeamento estatal do espaço é da competência dos Estados Regionais e das autarquias. Foi criada a Conferência Austríaca de Planeamento do Espaço (Raumordnungskonferenz/ÖROK) como organismo de coordenação resultante das atribuições do Estado Federal, dos Estados Regionais e das autarquias. O carácter desta Conferência é o da simples formulação de sugestões.

Existem mais informações disponíveis nas seguintes páginas:

MEDIAÇÃO E DISCURSO

Representação de interesses

Iniciativas independentes de arquitectura

Bancos de dados on-line

Instituições

Festivais

Autor:
Doris Rothauer / Büro für Transfer
imprimir
©©ADVANTAGE AUSTRIA