Advantage Austria Mostrar navegação
Acreditamos que você seja de Para a página deste paísoutro país

Perspectiva

O panorama editorial austríaco é caraterizado por um grande número de editoras pequenas e especializadas, empregando 81% destas empresas menos do que 10 colaboradores. O mercado publicitário é igualmente caracterizado por pequenas e médias empresas: 70% das agências de publicidade austríacas são empresas unipessoais que são bastante competitivas na Europa.

Panorama dos meios de comunicação social

O panorama dos meios de comunicação social austríaco é composto pela televisão, pela rádio e pela imprensa, sendo que os meios de comunicação social televisivos assumem uma maior relevância comparativamente aos restantes. Para além das muitas estações locais, mais focadas em temas regionais, existem ainda algumas estações televisivas de difusão nacional. 

Contrariamente à televisão, a transmissão da rádio na Áustria ainda é realizada exclusivamente por via analógica. A par de algumas emissoras nacionais, existem muitas emissoras locais. Os géneros abrangem quase todos os gostos. A Áustria também apresenta uma enorme diversidade em termos de imprensa.

Publicidade

A imprensa da Áustria é muito importante para a publicidade, daí que a inclusão de publicidade na imprensa seja alta, comparativamente à da imprensa internacional. Os meios de comunicação online também assumem uma importância cada vez maior no mercado da publicidade austríaco. As agências de publicidade austríacas operam em todo mundo e são bem-sucedidas, ainda que não tenham grande visibilidade. 

Indústria editorial

O panorama editorial da Áustria apresenta algumas particularidades, por exemplo, uma competência especial para livros infantis e publicações especiais, como livros de arte. Tal como o mercado alemão, o mercado austríaco beneficia do regime de preço fixo tradicional para os livros.

O mercado interno austríaco dos meios de comunicação e da publicidade é pequeno. Para conseguirem sobreviver, as empresas austríacas têm de ser criativas e flexíveis, o que acaba por se traduzir em mais-valias para os respetivos clientes.

Criadores de tendências

As empresas do setor ditam tendências e orientam-se de acordo com os desafios do futuro. Tanto na indústria editorial, como na comunicação social e na publicidade, o desenvolvimento rumo à informatização é evidente e as empresas debruçam-se sobre conceitos que permitam lidar com essa realidade. Para os jornalistas, isso significa, por exemplo, que os conteúdos também terão de ser adequados para dispositivos portáteis.

A nível de editoras, é visível uma concentração de empresas cada vez maior. A procura de ofertas em suporte digital está a aumentar, mas este formato ainda não substitui a publicação em papel. A Áustria continua a ser um país de leitores de jornais. 

Os publicitários austríacos investem muita energia criativa na publicidade online. Isto deve-se ao facto de a publicidade estar na linha da frente e ser um elo de ligação em termos da informatização. Esta publicidade é capaz de encontrar a linguagem (imagética) certa para os utilizadores de diferentes canais de comunicação.

"digi 4 school"

Este é o nome do projeto de um grupo de editoras de livros escolares austríacas que, desde 2013, está a elaborar as condições gerais para conteúdos digitais no ensino. A indústria do livro e dos meios de comunicação perspetiva o presente e o futuro numa fusão de suportes: o livro físico combinado com conteúdos de ensino digitais.

Data da última atualização:
2018.02.23
imprimir