português
Inhalt

Perspectiva

Standard Content Module
A qualidade e os conceitos dos setores da moda e têxtil austríacos são procurados: os chapéus da chapelaria vienense podem ser encontrados nas prateleiras de Le Bon Marché (Paris), Isetan ou HP France (Tóquio) e são usados por Brad Pitt, Meryl Streep, Madonna e Yoko Ono. Lady Gaga, Rihanna e Michelle Obama adquiriram o gosto pelo design de moda austríaco. Os óculos mais leves do mundo são produzidos na Áustria, onde fica também a maior fábrica atual de celulose e de fibras viscosas do mundo.
listen

Na Áustria, existem mais de 280 empresas têxteis, empregando aproximadamente 12.000 funcionários. A elevada taxa de exportação, na ordem dos 80%, comprova a ótima reputação dos produtos têxteis austríacos. O principal mercado é o europeu. Para as empresas de bordados de Vorarlberg, o continente africano é o principal mercado de exportação: mais de metade dos bordados produzidos têm como destino a Nigéria.

Além dos têxteis para a indústria do vestuário, os têxteis para o lar e os técnicos também são igualmente importantes. Algumas das empresas desse setor são líderes do mercado mundial em diversas áreas, como produtos de felpo ou na produção industrial de fibras celulósicas de qualidade. Mais de 50% do volume de negócios total da indústria têxtil austríaca vem dos têxteis técnicos.

As empresas de moda são, sobretudo, pequenas empresas, cujos designers se dedicam a diferentes nichos. A moda austríaca destaca-se pela sua orientação artística, bem como pelo artesanato e materiais de alta qualidade. Existem muitas marcas e designers austríacos que são muito apreciados no mercado asiático. Como o gosto asiático costuma ser mais experimental, o estilo de moda austríaco, mais "vanguardista", tem uma boa aceitação na região. 

Longe de outras capitais da moda, os designers austríacos conseguem desenvolver suas ideias com total liberdade.O pequeno porte da maioria destas empresas faz com que estas sejam extremamente flexíveis, uma característica que acaba por ser muito vantajosa em épocas de crise. 

Um dos desafios do setor: existem cada vez menos empresas de produção qualificadas e rentáveis para atender às exigências da moda austríaca. Essa é a razão pela qual a produção de protótipos e de coleções está cada vez mais sendo transferida para o exterior. Apesar desta evolução permitir uma possível redução de custos, também acarreta um risco bastante mais elevado para as empresas. 

História

A moda austríaca tem uma longa tradição, cujas origens remontam à Monarquia de Habsburgo. Em 1858, foi inaugurada em Viena a primeira marca masculina e, ao mesmo tempo, a mãe de todas as chamadas "Flagship Stores". Com lojas em Viena, Berlim, Karlovy Vary e Paris, todas projetadas por Adolf Loos, esta marca masculina tornou-se a primeira marca de moda a posicionar-se como uma marca internacional, e não apenas como uma marca de Viena.

Há mais de 250 anos, no oeste da Áustria, em Vorarlberg, são produzidos diversos tipos de bordados. As diversas empresas familiares são imunes a crises, uma vez que suas estruturas permitem assegurar excelente qualidadenos produtos, uma divisão de trabalho flexível, fornecimentos imediatos e um acompanhamento personalizado.

Wearables e têxteis técnicos

O mercado emergente para tecnologias "wearable" terá um grande potencial nos próximos anos, principalmente em setores como o da saúde, do entretenimento, da indústria e da segurança. Os wearables integrados em têxteis, como, por exemplo um dispositivo de medir a tensão arterial, utilizado mais tempo em contato com o braço, fornecem serviços inteligentes e estão muitas vezes diretamente ligados à Internet. 

Os têxteis técnicos, como, por exemplo, têxteis de proteção, tecidos para serem usados na indústria, tecidos para fins médicos, produtos têxteis para a construção civil ou para os interiores de automóveis e aviões, têm uma importância muito grande para a indústria têxtil austríaca. Nesse setor, a Áustria é líder mundial.

Ética

As empresas de moda austríacas dão importância à responsabilidade em relação às pessoas e ao meio ambiente, no contexto da produção. Quanto à produção, são levados em conta os seguintes aspectos:

  • a utilização de algodão orgânico;
  • a certificação FAIRTRADE e GOTS;
  • uma cadeia de produção transparente e verificável;
  • a máxima justiça social possível na produção;
  • o maior respeito possível em relação do meio ambiente;
  • a maior qualidade possível para o consumidor.

Paixão

O excelente curso de Moda da Universität für Angewandte Kunst (Universidade de Artes Aplicadas) em Viena, onde, desde o início dos anos 80, lecionaram, e continuam a lecionar, estrelas internacionais, como Karl Lagerfeld, Jil Sander, Vivienne Westwood, Viktor & Rolf, Raf Simons e Bernhard Willhelm, contribuiu para que a moda austríaca, hoje em dia, possa estar à altura das grandes marcas da moda internacional.

Última atualização: : 25. setembro 2020