português
Inhalt

Perspectiva

Standard Content Module
Um dos maiores edifícios de escritórios de madeira de construção híbrida do mundo (21 metros de altura, 16 metros de largura e um total de 120 metros de comprimento) situa-se na Áustria. As empresas austríacas estabeleceram padrões para as construções de madeira, casas passivas e os edifícios de energia positiva.
listen

Se levarmos em conta todas as áreas que dependem do setor de construção, podemos facilmente chegar à conclusão de que ele é um dos principais empregadores da economia global. O setor de construção também tem um papel fundamental na formação de capital. Cerca de 70% dos ativos fixos austríacos são construções.

O setor da construção civil da Áustria é composto por cerca de 4.250 empresas, empregando aproximadamente 110.000 pessoas. A organização das empresas é muito diversificada. Existem tanto empresas grandes, que executam construções “chave-na-mão”, quanto empresas artesanais clássicas, que empregam entre dois a dez trabalhadores. A maior empresa austríaca tem cerca de 10.300 funcionários e gera cerca de 14 bilhões de euros por ano, provenientes de construções.

Prioridade da Áustria: sustentabilidade

As empresas de construção civil e de materiais de construção da Áustria são particularmente bem-sucedidas na área da construção ecológica: utilizam materiais naturais, ecológicos, renováveis e recicláveis, tais como madeira, argila, cal e pedra, sendo que a construção e o isolamento também são feitos com materiais naturais.

Em nível internacional, as empresas austríacas destacam-se pelas construções de madeira e por produtos em madeira, como janelas, pisos ou móveis. Também se destacam na eficiência energética, na construção ecológica e na economia energética (habitações de baixo consumo energético, casas passivas, casas de energia positiva) e na digitalização aplicada à construção.

As empresas austríacas não correspondem aos desafios do futuro apenas em termos de energia e da proteção ambiental, mas também no que se refere à utilização dos edifícios. Consequentemente, o setor conta com especialistas em construção integral e modular, utilização múltipla e construção intergeracional (flexibilidade e acessibilidade).

Inovações

As empresas austríacas possuem um conhecimento muito específico no que se refere a materiais de construção. A longa tradição se alia a soluções inovadoras. As empresas austríacas desenvolveram, por exemplo, um sistema de isolamento interno muito eficiente, cimento seco que dispensa a utilização de betoneira, tijolos de qualidade única e gaiolas reforçadas produzidas de forma totalmente automática para a construção em cimento armado.

Futuro promissor

O rápido crescimento das áreas urbanas de países em desenvolvimento e países emergentes representam um mercado futuro para a indústria da construção. Por exemplo, o volume de mercado do setor da construção civil da região Ásia/Pacífico irá, até 2025, ter um crescimento na ordem dos 7% ao ano.

A maioria das oportunidades para a construção civil resulta da necessidade de se criar estruturas contratuais socioeconômicas em áreas urbanas e fornecer habitação residencial a preços acessíveis em conurbações a baixo custo, o que deverá ser possível com o uso de novos materiais, estilos de construção modernos (construção modular em série) e instrumentos de planejamento avançados (construção digital e planejamento integral).

Na área da digitalização, grandes esforços estão sendo aplicados no sentido de consolidar a tecnologia "Building Information Modeling (BIM)" na cadeia de valor agregado do setor da construção.

O futuro dos materiais de construção: juntamente com os materiais de construção não-poluentes e benéficos ao meio ambiente, destacam-se, acima de tudo, soluções para aumentar a eficiência energética (isolamento, proteção, etc.).

Tendências futuras da construção civil: construção sustentável, construção em madeira, eficiência energética, smart building (cimento ultraleve, materiais de construção inteligentes), robótica e um clima interior saudável, graças à utilização de materiais de construção orgânicos.

Última atualização: : 12. setembro 2020